quarta-feira, 3 de junho de 2015

"Eu sou - te como tu me és....

 Cala o fluxo sensacional do teu corpo
e encontrarás em mim, intactos,
os teus medos e as tuas penas".

 (Anais Nin)

Sem comentários:

Enviar um comentário