domingo, 30 de novembro de 2008


PORTO SEGURO
Que ás vezes esta mesmo ali.....
no areal duma praia...
na tecla dum telefone.....
num campo deserto,na curva duma estrada....
numa noite morna....
num banco dum carro numa noite de luar.....
Está mesmo ali o PORTO SEGURO .....
NA ALMA.....
NA MENTE......
NA PELE DE ALGUÉM QUE NOS QUER...........

Andamos á deriva quando não sentimos..
nem tristeza nem alegria
nem o calor do desejo
ou o sabor de um beijo.......

Nasce o Sol.....numa manhã de verão,morna e calma......
Um olhar....um pensamento....uma imagem......um horizonte sem forma.....
no dia que começa....no mundo que gira......na vida que se afirma.......
em cada detalhe.....
em cada instante......
em cada olhar!

sábado, 29 de novembro de 2008


Depende de nós
Que o circo esteja armado..........Que o palhaço esteja engraçado

Que o riso esteja no ar

sexta-feira, 28 de novembro de 2008





VIVA LA VIDA!!!!!!!!!..........
dahhhhhhhhhhhhhh............

«Quando alguém se cruza no nosso caminho, traz sempre uma mensagem para nós.
Encontros fortuitos são coisa que não existe.
Mas o modo como respondemos a esses encontros determina se estamos à altura de receber a mensagem ».

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Faltam-te pés para viajar?
Viaja dentro de ti mesmo,
e reflete, como a mina de rubis,
os raios de sol para fora de ti......


A viagem conduzirá a teu ser........

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem diga nem todas.......
Só as de verão.
Mas no fundo isso não tem muita importância.
O que interessa mesmo não são as noites em si.......
São os sonhos
Sonhos que o homem sonha sempre.
Em todos os lugares,Em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado.

"Sonhos de uma noite de verão"
"
.....Por querer mais do que a vida,
sou a sombra do que sou.
E ao fim não toquei em nada,
do que em mim tocou....
Eu vi......
mas não agarrei...."

segunda-feira, 24 de novembro de 2008


"Tudo flutua vagamente nos meus sentidos.........
e assim, sorrindo e sonhando,
prossigo na minha viagem através do mundo".


QUEM DANÇA

NÃO É QUEM LEVANTA POEIRA........

QUEM DANÇA

É QUEM REINVENTA O CHÃO.........

In the dark there's a space that's calling me
There's a flame of light that's burning
And the sun never casts a shadow here
And the daylight doesn't matter
Take me inside
Take me inside
You're the journey that keeps taking me
And the parts of your heart discover
And the tide is rushing over me
Your taste is like a treasure
Take me inside
Take me inside

Take me inside........
Take me inside.........

Take me inside...........

......Rosto desfeito,
Rosto sem recusa onde nada se defende,
Rosto que se dá na duvida do pedido,
Rosto que as vozes atravessam..........

Cansa sentir quando se pensa...........

domingo, 23 de novembro de 2008



Faz-me o favor de não dizer absolutamente nada!
Supor o que dirá
Tua boca velada
É ouvir-te já.
É ouvir-te melhor
Do que o dirias.
O que és não vem à flor
Das caras e dos dias.
Tu és melhor -- muito melhor!
Do que tu.
Não digas nada.
Alma do corpo nu
Que do espelho se vê.
"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante."

Sim, mesmo a mim, que vivo só de viver,
Invisíveis, vêm ter comigo as mentiras dos homens
Perante as coisas,
Perante as coisas que simplesmente existem.
Que difícil ser próprio e não ser senão o visível!
Olhando o mar, sonho sem ter de quê.
Nada no mar, salvo o ser mar, se vê.
Mas de se nada ver quanto a alma sonha!
De que me servem a verdade e a fé?
Se tive amores?
Já não sei se os tive.
Quem ontem fui já hoje em mim não vive.

sábado, 22 de novembro de 2008

" VERIFICO AGORA QUE A MINHA DEDICAÇÃO ÁS GRANDES CAUSAS FOI CRESCENDO NA PROPORÇÃO INVERSA DA MINHA DECEPÇÃO COM AS GRANDES PESSOAS DA MINHA VIDA....."

"...O amor é o sangue do sol dentro do sol.

A inocência repetida mil vezes na vontade sincera de desejar que o céu compreenda. Levantam-se tempestades frágeis e delicadas na respiração vegetal do amor. Como uma planta a crescer da terra. O amor é a luz do sol a beber a voz doce dessa planta. Algo dentro de qualquer coisa profunda. O amor é o sentido de todas as palavras impossiveis. Atravessar o interior de uma montanha. Correr pelas horas originais do mundo. O amor é a paz fresca da combustão de um incêndio dentro, dentro, dentro, dentro, dentro dos dias. Em cada instante de manhã, o céu a deslizar como um rio. À tarde, o sol como uma certeza. O amor é feito de claridade e da seiva das rochas. O amor é feito de mar, de ondas na distância do oceano e da areia eterna. O amor é feito de tantas coisas opostas e verdadeiras. Nascem lugares para o amor e, nesses jardins etéreos, a salvação é uma brisa que cai sobre o rosto suavemente."

“O que me interessa é a diferença.

Interessa-me a voz das margens,

a poesia dos rebeldes,

dos bêbados,

dos discriminados,

tipos que não encontram quem os ouça

e que têm a verdadeira experiência dos abismos......”


"Não é da luz do sol que carecemos.

Milenarmente a grande estrela iluminou a terra e, afinal, nós pouco aprendemos a ver.

O mundo necessita ser visto sob outra luz: a luz do luar, essa claridade que cai com respeito e delicadeza.

Só o luar revela intimidade da nossa morada terrestre.

Necessitamos não do nascer do Sol. Carecemos do nascer da Terra."

sábado, 15 de novembro de 2008




“Talvez seja ele, ainda, o segredo do riso dela......

Não há memória mais terrível do que a da pele;

a cabeça pensa que esquece, o coração sente que passou,

e a pele arde, invulnerável ao tempo.........”

terça-feira, 11 de novembro de 2008



......Sempre tive dúvidas que alguma vez me visite a felicidade ...


POEMA MESTIÇO










Escrevo Mediterrâneo na serena voz do Índico



Sangro norte



em coração do sul



Na praia do oriente



sou areia náufraga de nenhum mundo



Hei-de começar mais tarde



Por ora



sou a pegada do passo por acontecer .........

vou deixando aqui as minhas pegadas..........





































" Necessitamos não do nascer do Sol. Carecemos do nascer da Terra."
“Em todo o mundo, os pobres têm essa estranha mania de morrerem cedo”.


"A sede se inventa é para a miragem das águas.""O futuro é um país que não se pode visitar."


"Nem tudo se explica, para que se compreenda melhor. Para ver a gente necessita transparência, mas se tudo fosse transparente todos seríamos cegos."


"A vida não tem metades é sempre inteira."


"... a morte é o fim sem finalidade.""Eu quero a paz de pertencer a um só lugar, a tranquilidade de não dividir memórias. Ser todo de uma vida."


"A memória ... me faz crescer cheiros nos olhos."


"Os boatos viajam à velocidade do escuro."


"Se acredito, eu? Sei lá. Minha crença é um pássaro. Sou crente só em chuva que cai e esvai sem deixar prova."


"Careço de um lugar para esperar, sem tempo, sem mim."


"A punição do sonho é aquela que mais dói."


"O que o homem tem do pássaro é inveja. Saudade é o que o peixe sente da nuvem."


"Uma criança é um homem que se dá licença de voar."


"O cansaço é um modo do corpo ensinar a cabeça."


"A vida é um por enquanto no que há-de vir."


"Ingrata é a morte que não agradece a ninguém."


"Na Natureza ninguém se perde, tudo inventa outra forma."


"A água corre com saudade do que nunca teve: o total, imenso mar."


"A tristeza é uma janela que se abre nas traseiras do mundo."


"Abrigo maior não encontrei senão nas paragens da memória."


"Não há medo maior que não se entender humana a voz de outra humana pessoa."

Mia Couto.....Original beleza e simplicidade de palavras